Luz e Decoração

|

por Marina Brandao, em 11 de janeiro de 2013 em arte, iluminação, reutilização com 1 comentário

Sabe aquelas luzinhas que todo ano você usa para decorar a sua árvore de natal? Pois é, elas sempre fazem o maior sucesso na época de natal, afinal deixam as casas iluminadas de maneira muito divertida e diferente.  Mas o melhor é pensar que estas lampadinhas não precisam ficar guardadas o ano inteiro, com materiais reutilizados é possível fazer uma iluminação super charmosa para decorar sua casa durante todo o ano.

Nesta ideia o importante é soltar a criatividade, reutilizando materiais que iriam para o lixo pode-se fazer uma decoração barata e bonita. Além do mais, dependendo da intenção, esse tipo de iluminação pode trazer bastante aconchego para o ambiente. Mas atenção! Uma dica é que para se ter este tipo de “efeito” é preciso que as lâmpadas sejam de tonalidade amarelada, ou seja, é preferível não utilizar aqueles “piscas” coloridos.

Para a decoração de um dormitório, por exemplo, as luzes podem ser bastante inspiradoras recebendo copinhos descartáveis revestidos com retalhos de tecido ou na parede com papel cortado. Nesse caso servem até aqueles papeis amassados de presente que a gente às vezes joga fora!

Post-Marina-imagem-01

A sala pode ficar ainda mais decorada com florezinhas de garrafa pet, caixinha de leite, caixas de ovo ou até embalagens de iogurte.

Post-Marina-imagem-02

Outra ótima para decorar um cantinho da casa é utilizar as lampadinhas  em garrafas de vidro, formando uma luminária decorativa.

Post-Marina-imagem-03

Pois é, estas são maneiras práticas e baratas de mudar a decoração da sua casa, deixando ela mais “descolada” e simpática. São todas boas maneiras de reaproveitar a decoração feita para as festas de final de ano!

Marina Brandão
 
marina@mbiluminacao.com.br
Formada em Arquitetura e Urbanismo, me especializei na matéria que mais me desperta curiosidade … iluminação. Atualmente dedico a maior parte do meu tempo no desenvolvimento de projetos de iluminação, mas além disso sou apaixonada por qualquer assunto relacionado a arte. Cores, texturas, fotografia, design e novas perspectivas me encantam … então volta e meia me arrisco num “faça você mesmo”. Aqui no Projeto Ciclopak mostrarei que arquitetura e iluminação podem ser grandes aliados para a construção de um mundo melhor.

Gostou? Compartilhe essa ideia!

Ecodesign – Led e reutilização

|

por Marina Brandao, em 3 de dezembro de 2012 em iluminação, inovação com 24 comentários

“Tamanho não é documento”, quem nunca ouviu ou falou este ditado para pequenas coisas capazes de surtir grandes resultados? Pois é, este é o caso dos LEDs. Eles são pequenos componentes eletrônicos capazes de emitir luz de maneira muito eficiente e dinâmica, realmente surpreendentes.

A sigla LED significa “Diodo Emissor de Luz” (Light Emitting Diode) e ao contrário do que possam dizer o LED não é uma lâmpada, mas sim um componente eletrônico semicondutor capaz de transformar energia elétrica em luz.

O LED atingiu seu destaque na iluminação principalmente por apresentar características “ecologicamente corretas”. Diferentemente das fontes de luz tradicionais, o LED não possui em sua composição mercúrio ou qualquer outro metal pesado, como é utilizado, por exemplo, nas lâmpadas fluorescentes e vapores metálicos. Esta característica tem, portanto, a grande vantagem de reduzir os impactos ambientais no que diz respeito ao descarte de resíduos.

Atualmente são inúmeras as possibilidades deste pequeno emissor em projetos de arquitetura. Na área decorativa a pequena proporção do LED permite o aumento da criatividade como, por exemplo, a produção de luminárias.

Se falarmos de ecodesign então a grande sacada é produzir luminárias com materiais reutilizados e LED, assim consegue-se agregar o reaproveitamento de objetos obsoletos e as vantagens de economia de energia do sistema do LED.

E muita gente boa já aderiu a essa ideia, o designer Gilles Eichenbaum faz luminárias de maneira muito criativa reutilizando utensílios domésticos, como bules, garfos, chaleiras.

Deryn Relph, com um toque retro, utilizou malhas de algodão e fios de bambu descartados por fábricas de tecido.

Até mesmo caixas de ovos podem transformar lampadinhas de LED, aqui a criatividade é quem manda e uma infinidade de ideias e materiais está a nossa disposição todos os dias!

Marina Brandão
 
marina@mbiluminacao.com.br
Formada em Arquitetura e Urbanismo, me especializei na matéria que mais me desperta curiosidade … iluminação. Atualmente dedico a maior parte do meu tempo no desenvolvimento de projetos de iluminação, mas além disso sou apaixonada por qualquer assunto relacionado a arte. Cores, texturas, fotografia, design e novas perspectivas me encantam … então volta e meia me arrisco num “faça você mesmo”. Aqui no Projeto Ciclopak mostrarei que arquitetura e iluminação podem ser grandes aliados para a construção de um mundo melhor.

 

Gostou? Compartilhe essa ideia!

Lâmpada de PET

|

por Marina Brandao, em 8 de novembro de 2012 em arquitetura, iluminação, sustentabilidade com nenhum comentário

Que a garrafa PET está sendo utilizada como ferramenta para sistema de iluminação não é nenhuma novidade, mas o interessante disto é que a “nova lâmpada” está sendo cada vez mais difundida e aproveitada nos mais diversos tipos de utilização.

A iluminação natural com PET capta a luz solar e a distribui homogeneamente no ambiente interno através da refração da água contida nas garrafas. Esta é uma criativa invenção do mecânico mineiro Alfredo Mosart, que temendo ficar sem luz em dias de apagão fez esta solução simples e barata de iluminar cômodos durante o dia, sem precisar da energia elétrica.

O legal é que esta ideia tem proporcionado ajudar a vida de pessoas que vivem, muitas vezes, em situações precárias. Infelizmente essa é uma realidade do nosso país e por isso mesmo esta solução já vem sendo adotada em comunidades como, por exemplo, a da Vila Nova Esperança, em São Paulo.

Em setembro deste ano o Projeto Ciclopak acompanhou a ONG TETO em uma de suas ações e viu de perto as chamadas “EcoHouses” receberem este sistema de iluminação. As “lâmpadas de PET” proporcionaram um maior aproveitamento de luz nas casas reformadas, afinal a intensidade de cada montagem pode chegar a equivalência da potencia de uma lâmpada de 40 a 60W.

É também uma ótima maneira de economizar energia elétrica, já que evita o acionamento de lâmpadas durante o dia e com isso o meio ambiente agradece.

A “receita” é bem fácil de ser reproduzida: garrafa PET limpa + água + 02 tampinhas de água sanitária + proteção para tampinha. É importante também fazer uma boa vedação ao redor da garrafa para que não ocorram vazamentos em dias de chuva.

Exemplo prático que se pode reutilizar materiais de maneira útil, com simplicidade e criatividade.

Marina Brandão
 
marina@mbiluminacao.com.br
Formada em Arquitetura e Urbanismo, me especializei na matéria que mais me desperta curiosidade … iluminação. Atualmente dedico a maior parte do meu tempo no desenvolvimento de projetos de iluminação, mas além disso sou apaixonada por qualquer assunto relacionado a arte. Cores, texturas, fotografia, design e novas perspectivas me encantam … então volta e meia me arrisco num “faça você mesmo”. Aqui no Projeto Ciclopak mostrarei que arquitetura e iluminação podem ser grandes aliados para a construção de um mundo melhor.

Gostou? Compartilhe essa ideia!

parceiros:





apoio:

sobre

Somos uma iniciativa cultural, que propõe a discussão e fomentação da reutilização de materiais explorando as mais diversas áreas criativas do conhecimento por um mundo mais bonito e mais sustentável.

Faça parte desse ciclo!

faça parte

O Projeto Ciclopak é um projeto independente e sem fins lucrativos. Você é fundamental para que essa ideia continue. Buscamos pessoas para colaborar em diversas áreas do projeto e parcerias com empresas comprometidas com o desenvolvimento sustentável. Entre em contato e saiba mais: contato@ciclopak.com.br