O lixo que fala

|

por Karollyne Morais, em 29 de novembro de 2013 em arte, cultura, reutilização, upcycling com 34 comentários

Quando pousei os olhos sobre as peças do artista plástico e designer gráfico Marcelo Caparroz, foi como ler uma poesia. Me identifiquei tanto que estou escrevendo este post em primeira pessoa. Seu trabalho é de uma profundidade de significados que fala por si só. Ele mistura upcycling, fotografia e poesia, resultando em arte pura.

PORTA TRECOS DUPLO

Marcelo tem 46 anos, é de Porto Alegre mas mora em São Paulo. Em entrevista, revelou que desde muito jovem, sempre se sentiu atraído pela natureza e suas belezas. Com o tempo, foi se dando conta de como os lugares onde fazia acampamentos e trilhas estavam aos poucos sendo degradados pelo descuido e pelo lixo. Em 1997, começou a reaproveitar o próprio lixo em casa, como uma espécie de terapia, mas só dez anos depois publicou suas peças através do blog Segundo Erre. O nome do blog dialoga com a proposta da Agenda 21, os 3R’s (reduzir, reaproveitar e reciclar).

Mesmo muito tempo depois, as pessoas ainda confundem o significado de cada R. Reduzir é diminuir o consumo, consumir melhor e de forma inteligente sem desperdícios. Reciclar é quando um resíduo volta ao ciclo com a mesma função que tinha originalmente. Nesse caso, pode sofrer processamento físico e químico, como por exemplo, as garrafas PET. Passam por uma série de etapas até se tornarem plástico útil novamente. Quando você Reaproveita, você mantém as características do resíduo, mas confere a ele um valor maior. Não entendeu ainda? Olha as peças do Marcelo, ele agregou valor, e o que era lixo, agora é arte:

PANELA DE LUZ RELÓGIOS QUEBRADOS

BANQUETA DE DEDOS

O mais interessante do trabalho dele, é a mensagem que ele transmite. O objetivo, como ele próprio descreve, é incentivar as pessoas a praticarem os 3R’s.

Se você também prestigia pessoas que buscam fazer a diferença e acredita no potencial de artistas como o Marcelo, compartilhe. Ele está em busca de parcerias para realização de palestras, cursos e a exposição das suas peças. Lá no blog dele tem muito mais fotos para ver, confira aqui.

 

Karollyne Morais
karollyne-morais_ciclopak  
karol.s.morais@gmail.com

Idealizadora do Projeto Casa UpCycling, que nasceu da necessidade de expor as possibilidades infinitas de transformação daquilo que a maioria de nós joga no lixo. Usando a criatividade como ferramenta para dar a oportunidade a matéria-prima de qualidade de retornar ao ciclo. Mas acima de tudo, tem o objetivo de inspirar outras mentes inovadoras a uma postura de consumo e vida sustentável.

Gostou? Compartilhe essa ideia!

Bakuara LAB 2013

|

por Bakuara, em 25 de abril de 2013 em bakuara lab, inovação, upcycling com nenhum comentário

Todos sabem que temos um grande problema com o lixo, mas você sabe o tamanho dele? 183 mil toneladas de resíduos são descartadas todos os dias no Brasil e 73 mil são resíduos que podemos recuperar, isso equivale a quase 20 Maracanãs cheios de resíduos recuperáveis em 1 ano.
Por isso a Bakuara, desenvolveu um workshop, chamado Bakuara Lab, para gerar ideias de reutilização para resíduos que vão para aterro. Nosso resíduo da vez é o carpete, carpete mesmo, aquele que você tinha em casa e depois de um tempão jogou inteiro fora. E você vai participar de um desafio real da empresa DTP.

E para termos essas novas ideias, pensamos em uma metodologia de geração de ideias, que foi baseada em Design Thinking e Playstorm.

img_upcyclinglab

Nesse encontro você vai aprender:

– Técnicas de Geração de Ideias (Brainstorm, Playstorm e Design Thinking);

– Conceitos de Gestão de resíduos;

– Conceitos de reutilização (upcycling);

– Prototipagem. Não é necessário ter nenhum conhecimento específico.

Queremos que todas as pessoas participem. A diversidade é que enriquece o nosso processo. O valor das inscrições inclui dois coffee breaks e um almoço com opção para vegetarianos, feito com muito carinho pela Sumaia Marin Gastronomia.

 

Com Vinicius Scaramel, Upcycler especialista em Gestão de Resíduos, é sócio fundador da Bakuara empresa que atua em inteligência em gestão de resíduos. E Mariana Roquette Upcycler especialista em Empreendedorismo Social, trabalhou em empresas como a Gastromotiva e Instituto Reinventar.

 

Quando

Sábado, 11 de maio de 2013.

Das 09h as 18h.

Onde

Ecoworking

Rua General Sócrates, 418 – Penha São Paulo – SP

Programação

9h –  Início e recepção com um delicioso café da manhã da Sumaia Marin Gastronomia

9:30 – Apresentação da Bakuara

10h – Palestra pocket de Erich Burguer da Recicleiros

10:15 – Apresentação do desafio

10:30 – Palestra pocket de Rasso von Reininghaus, representante da DTB

11h – Entendimento + dinâmica Playstorm

11:30 – Observação e análise do material

12h – Almoço incluso da Sumaia Marin Gastronomia

13h – Palestra pocket Rafael Siqueira, fundador do Ecoworking e da SOS

13:15 – Alinhamento de ponto de vista

13:40 – Ideação 1 + dinâmica Playstorm

14:40 – Ideação 2 + World Café

15:30 – Prototipagem +Coffee Break da Sumaia Marin Gastronomia

16:30 – Apresentação

17:30 – Fechamento

Investimento

R$ 110,00 para os 4 primeiros inscritos;

R$ 135,00 para os próximos 10 participantes;

R$ 150,00 para os 20 restantes.

Para se inscrever acesse o link:

http://nos.vc/pt/projects/275-bakuara-lab-reutilizacao-de-residuos

Soluções inovadoras para a gestão de resíduos

Empresa fundada para fornecer consultoria em resíduos sólidos de maneira inovadora e eficiente, que tem como parte de sua filosofia dividir conhecimento. Por isso, também atua com treinamentos, oficinas e workshops buscando entender a problemática dos resíduos sólidos e criar consciência quanto ao assunto.

Gostou? Compartilhe essa ideia!

 

Skate Guitar

|

por contato@ciclopak.com.br, em 27 de março de 2013 em arte, inovação, música, upcycling com nenhum comentário

 

Após a invenção da guitarra na década de 40 e do skate em 1950, seria quase inevitável que alguém não combinasse estes dois objetos. A ideia de unir os dois ícones veio dos hermamos Ezequiel Galasso e Gianfranco Gennaro. A dupla de Buenos Aires criou a Skate Guitar, um projeto que recicla skates transformando o objeto em uma guitarra.

Post SkateGuitar - imagem 01

Ezequiel sempre foi fascinado por tecnologias sustentáveis e um skatista old-school assumido. Do outro lado, Gianfranco – skatista profissional e músico de hard core na banda B.O.D. Deste mix, veio a ideia de reutilizar os skates recriando o instrumento musical básico do rock: a guitarra.

Post SkateGuitar - imagem 02

Post SkateGuitar - imagem 04

A estrutura de um shape de skate é desenhada para suportar uma pessoa de mais de 80 quilos. Imaginem 14 camadas pressionadas utilizando a tecnologia das melhores marcas de skate do mundo. O Skate Guitar não precisa de muito cuidado: suporta arranhões e batidas tranquilamente.

Post SkateGuitar - imagem 03

Para ver o vídeo das guitarras chorando, clique aqui.

Informações vindas do site Hypeness

Rodolfo Ori
rodolfo_ori  
rodolfo.ori@terra.com.br

Rodolfo foi vendedor por mais de doze anos na área de bens de consumo e há alguns meses resolveu que poderia contribuir mais para ajudar na conscientização das pessoas em fazer um consumo consciente. É colaborador em algumas peças gráficas do Ciclopak e roteirista e escritor nas horas vagas.

Gostou? Compartilhe essa ideia!

 

parceiros:





apoio:

sobre

Somos uma iniciativa cultural, que propõe a discussão e fomentação da reutilização de materiais explorando as mais diversas áreas criativas do conhecimento por um mundo mais bonito e mais sustentável.

Faça parte desse ciclo!

faça parte

O Projeto Ciclopak é um projeto independente e sem fins lucrativos. Você é fundamental para que essa ideia continue. Buscamos pessoas para colaborar em diversas áreas do projeto e parcerias com empresas comprometidas com o desenvolvimento sustentável. Entre em contato e saiba mais: contato@ciclopak.com.br