Você compra de quem?

|

por Karollyne Morais, em 13 de novembro de 2013 em sustentabilidade com 1 comentário

Você se faz essa pergunta quando vai adquirir um bem? O consumo sustentável passa pela educação para o consumo consciente e racional. Infelizmente, devido a história do nosso país e a forma como o consumismo nos foi colocado, não aprendemos como deve ser o processo de compra e o quanto este ato influencia o ambiente a nossa volta. Compramos por comprar, porque está na moda, porque todo mundo tem, porque está barato, quase que mecanicamente. Falamos tanto em sustentabilidade, mas muitas vezes desconhecemos todos os aspectos que implica, de fato, viver essa ideia. O ato de adquirir um bem, é apenas uma das muitas faces da sustentabilidade, mas não a menos importante.

Antes de colocar uma montanha de coisas no seu carrinho de supermercado, você precisa pensar sobre o processo produtivo daquilo que você está comprando… provavelmente, você deve estar pensando: faça-me o favor, eu não tenho tempo pra isso! Mas, você pode começar a exercitar esse hábito de uma forma muito simples. Comece se perguntando de quem você está comprando.

Fomos quase que condicionados a acreditar que o que vem de fora do pais é melhor, que o que é produzido por empresas grandes tem mais qualidade… mas nem tudo é bem assim. Produtos locais, produzidos pelas mãos de artistas, pequenos empreendedores, agricultores familiares, também carregam na sua composição muita dedicação, qualidade, cuidado, um preço com menos impostos e a valorização da pessoa que produziu. É sustentável!

Compro de Quem Faz

Se você faz parte do grupo de pessoas que pensam diferente, querem agir diferente, pois desejam um futuro e um presente melhor, existe um movimento que traduz toda essa necessidade de motivar o consumo de produtos locais, direto de quem produz: o Compro de Quem Faz . Esse movimento, além de valorizar a nossa economia criativa que tem um grande potencial, faz um trabalho de educação para o consumo de forma leve e descontraída. Fazer as pessoas repensarem o consumo, é o primeiro passo para termos uma multidão de consumidores sustentáveis com força para melhorar o nosso país e valorizar o que  temos de melhor. A nossa Criatividade!

póster

Entre no site aqui. Compre de quem faz!

 

Karollyne Morais
karollyne-morais_ciclopak  
karol.s.morais@gmail.com

Idealizadora do Projeto Casa UpCycling, que nasceu da necessidade de expor as possibilidades infinitas de transformação daquilo que a maioria de nós joga no lixo. Usando a criatividade como ferramenta para dar a oportunidade a matéria-prima de qualidade de retornar ao ciclo. Mas acima de tudo, tem o objetivo de inspirar outras mentes inovadoras a uma postura de consumo e vida sustentável.

Gostou? Compartilhe essa ideia!

Quanto vale o seu tempo?

|

por Karollyne Morais, em 31 de outubro de 2013 em social, sustentabilidade com nenhum comentário

O maior bem que todos possuímos é o tempo. Porque nele está contido infinitas oportunidades. Alguns vivem sem tempo, correndo atrás de dinheiro, status, outros o dedicam à família, aos estudos, ou ao ócio. Outros ainda sempre protelam o que acreditam ser uma perspectiva de futuro, que é o tempo que ainda não chegou. E quanto a você, o que você faz com o seu tempo?

Podemos usar o tempo para conseguir algo muito valioso: o conhecimento. O conhecimento, a experiência e as vivências são coisas que ninguém pode subtrair. O tempo iguala a todos e o conhecimento nos diversifica. Mas conhecimento custa caro e o valor FINANCEIRO dado a ele cria desigualdades. Pensando em tornar o acesso ao conhecimento algo mais justo e solidário, nasceu uma das propostas mais interessantes sobre consumo colaborativo.

logo

O movimento Bliive é uma rede colaborativa de troca de tempo, que acredita na colaboração como forma de revolucionar a ideia de valor, aproximando as pessoas por meio do compartilhamento de experiências. Em uma cultura que prega o individualismo e a competição, a grande notícia do Bliive é que, criando uma economia colaborativa, sustentável e baseada em pressuposto real de valor, poderemos voltar a ser quem deveríamos continuar sendo sempre: seres humanos sociais que são mais felizes quando se sentem úteis e parte do todo.

Captura de tela de 2013-10-31 14:31:19

Compartilhe!

Fonte: Bliive

Karollyne Morais
karollyne-morais_ciclopak  
karol.s.morais@gmail.com

Idealizadora do Projeto Casa UpCycling, que nasceu da necessidade de expor as possibilidades infinitas de transformação daquilo que a maioria de nós joga no lixo. Usando a criatividade como ferramenta para dar a oportunidade a matéria-prima de qualidade de retornar ao ciclo. Mas acima de tudo, tem o objetivo de inspirar outras mentes inovadoras a uma postura de consumo e vida sustentável.

Gostou? Compartilhe essa ideia!

 

Bakuara LAB #1

|

por Bakuara, em 26 de novembro de 2012 em bakuara lab com nenhum comentário

Bakuara Lab é o processo desenvolvido pela Bakuara para reunir pessoas e cocriar soluções para resíduos potencialmente úteis que não são aproveitados pela industría, utilizando técnicas de brainstorm, playstorm e prototipagem baseado no método de Design Thinking.

Desafio:

A manta imantada é um material vinílico com propriedade magnética e que é usada para fazer ímãs de geladeira, publicidade temporária em carros, placas e outros lugares metálicos. As sobras destes materiais são descartados em aterros pois não há processo de recuperação desenvolvido. Esse Bakuara Lab foi focado na busca de soluções para este material.

Como foi o encontro:

Os participantes listaram uma série de características percebidas do material, visualmente, pelo tato, pelo cheiro… Após dividirem-se em duas equipes, cada grupo escolheu uma característica para trabalhar, sendo escolhidas: flexível e corta fácil.

Clique aqui para ver a galeria completa

Ideias e soluções geradas

Flexíbilidade:

Usos: prendedor, fixador, arame, clips, cadarço, papel alumínio, malha, papel alumínio, amortecimento, uso pessoal, elástico prende coisas.

Aplicações: dificuldade de andar, resistência, amortecimento, armazenamento, produtos barulhentos, conforto, necessidade de fixação, condicionamento físico, vedação, falta de espaço.

Corta Fácil:

Usos: tiras, brinquedos, moda, roupa, design, suporte, móveis de diferentes tamanhos, bandeirinhas, mosaico, papel, plástico.

Aplicações: dá para compor, cabe em qualquer lugar, pode usar a quantidade que quiser, controlar o uso, reduzir, divisível, diferentes formatos, utilização de todos os tamanhos, é facil de descartar, faça você mesmo, precisa de pedaços pequenos.

A listagem de usos e problemas geraram perguntas do tipo: “Como posso fazer fantasias de modo que possa compartilhar?”. Estas nortearam o processo de ideação e prototipagem:

1)   Fantasias e adereços que posso compartilhar

2)   Porta penduricalhos que posso grudar coisas

3)   Imagens que posso guardar grudadas

5)   Bonequinhos que possam tirar o stresse

E você? Tem alguma nova idéia para reutilizar manta imantada? Você gostaria de melhorar alguma das idéias apresentadas? Deixe suas soluções aqui nos comentários ou nos envie uma foto!

Soluções inovadoras para a gestão de resíduos

Empresa fundada para fornecer consultoria em resíduos sólidos de maneira inovadora e eficiente, que tem como parte de sua filosofia dividir conhecimento. Por isso, também atua com treinamentos, oficinas e workshops buscando entender a problemática dos resíduos sólidos e criar consciência quanto ao assunto.

Gostou? Compartilhe essa ideia!

parceiros:





apoio:

sobre

Somos uma iniciativa cultural, que propõe a discussão e fomentação da reutilização de materiais explorando as mais diversas áreas criativas do conhecimento por um mundo mais bonito e mais sustentável.

Faça parte desse ciclo!

faça parte

O Projeto Ciclopak é um projeto independente e sem fins lucrativos. Você é fundamental para que essa ideia continue. Buscamos pessoas para colaborar em diversas áreas do projeto e parcerias com empresas comprometidas com o desenvolvimento sustentável. Entre em contato e saiba mais: contato@ciclopak.com.br