Ganhe com o lixo – condomínios

|

por Rodolfo Ori, em 9 de abril de 2013 em sustentabilidade com nenhum comentário

 

Pare de jogar dinheiro no lixo! Ganhar dinheiro sempre é bom e é melhor ainda quando ajudamos a salvar o planeta. Reciclando o seu próprio lixo, você complementa sua renda. Essa é a idéia que surge em alguns condomínios residenciais.

Post Ganhe Condomínio - imagem 1

Condomínios residenciais e comerciais podem reduzir seus custos de administração comercializando apenas os resíduos sólidos produzidos internamente. Os materiais que podem ser reciclados são: plástico, alumínio, embalagens PET, embalagens longa vida, papel, papelão e vidro. Veja abaixo o preço médio pago por quilograma de material (média no DF em 2012):

Alumínio – R$ 2,20

Garrafas PET – R$ 1,00

Papelão – R$ 0,10

Embalagens Longa Vida  – R$ 0,10

Plástico – R$ 0,55

Papel Branco – R$ 0,20

Post Ganhe Condomínio - imagem 2

Veja esse exemplo abaixo (matéria do portal G1 em 2012):

Na Penha, Zona Leste da capital, a coleta seletiva já é realidade. São 60 apartamentos e os quase 200 moradores reciclam o lixo desde 2000. Já virou hábito separar o lixo orgânico do reciclável, graças a iniciativa da síndica Zilda Ianboli.

“O pessoal ficou meio assustado, que tinha que lavar as embalagens. Tive que dar um incentivo. O andar que reciclava mais eu fazia um sorteio e dava 10% de desconto na taxa do condomínio. Funcionou e todos começaram a participar”, conta a síndica.

Post Ganhe Condomínio - imagem 3

Todos os dias, os funcionários recolhem nos andares o lixo separado e limpo. Tudo vai para um cômodo no térreo, sem mau cheiro e muito bem organizado.

Uma vez por semana, passa um caminhão de coleta no prédio para recolher o material reciclável. São mais de 300 kg por vez, o que tem rendido ao prédio cerca de R$ 300 por mês.

Com o dinheiro da venda do material reciclável, Zilda pode comprar equipamentos que melhoram a sustentabilidade do prédio. Quando ela juntou R$ 2.500, comprou uma cisterna que pode armazenar dois mil litros de água da chuva. Com ela, pode-se lavar o prédio, as garagens, regar plantas sem nenhum gasto extra na conta de água.

A síndica também reformou piso e parede do refeitório dos funcionários, comprou monitor para as câmeras de segurança, comprou mobília para a sala das crianças. No salão de festa trocou piso, cadeiras, fez churrasqueira com balcão, comprou TV e DVD, pias de inox e eletrodomésticos. Agora, o salão pode ser alugado, rendendo mais dinheiro.

Post Ganhe Condomínio - imagem 4

Soluções caseiras para o Lixo – veja em tamanho grande

Sabemos que não é fácil mobilizar pessoas para uma causa, mas quando os resultados começam a aparecer as novas atitudes viram senso comum. Fica a dica. E que dica!!!

Rodolfo Ori
rodolfo_ori  
rodolfo.ori@terra.com.br

Rodolfo foi vendedor por mais de doze anos na área de bens de consumo e há alguns meses resolveu que poderia contribuir mais para ajudar na conscientização das pessoas em fazer um consumo consciente. É colaborador em algumas peças gráficas do Ciclopak e roteirista e escritor nas horas vagas.

Gostou? Compartilhe essa ideia!

parceiros:





apoio:

sobre

Somos uma iniciativa cultural, que propõe a discussão e fomentação da reutilização de materiais explorando as mais diversas áreas criativas do conhecimento por um mundo mais bonito e mais sustentável.

Faça parte desse ciclo!

faça parte

O Projeto Ciclopak é um projeto independente e sem fins lucrativos. Você é fundamental para que essa ideia continue. Buscamos pessoas para colaborar em diversas áreas do projeto e parcerias com empresas comprometidas com o desenvolvimento sustentável. Entre em contato e saiba mais: contato@ciclopak.com.br